Equipe de vetores irá realizar ação de combate ao mosquito transmissor da dengue no Paraíso I e II

  • Assessoria de Imprensa
  • 27 de novembro de 2019
  • Gerência de Saúde

Com a finalidade de combater uma terrível doença chamada Dengue, que é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, por iniciativa da Gerência de Saúde através da equipe de vetores, sob a coordenação de José Pereira, que integra o Comitê de Combate ao Aedes Aegypti do município, começa na próxima segunda-feira (1º) nos bairros Paraíso I e Paraíso II, com a participação de Agentes de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde, uma intensa campanha de combate a esse mosquito transmissor da dengue.

José Pereira falou que após reunião do Comitê, quando estavam presentes o pessoal da Atenção Básica, da gerência de Obras, do Conselho Municipal de Saúde, da Vigilância Sanitária e, enfim, vários segmentos que trabalham neste combate, “nós decidimos uma ação específica para a região do Paraíso I e Paraíso II, Unidade da Família daquela região, onde a gente vai começar esse trabalho já na próxima segunda-feira, dia 1º de dezembro”. A campanha de combate ao Aedes Aegypti será realizado no bairro Paraíso I e Paraíso porque agentes de endemias encontraram vários focos da dengue naquela localidade.

Para a realização desse trabalho com o sucesso almejado, José Pereira disse que “Esses agentes, em torno de umas 40 pessoas, vão trabalhar naquela região visitando todos os imóveis e queremos aproveitar para pedir que os moradores já vão retirando dentro de seus quintais todos os objetos que acumulam água e coloquem do lado de fora do quintal, porque o pessoal da Obras e Serviços Urbanos também vai estar conosco nesta empreitada, vai estar realizando ali um trabalho de limpeza urbana com a retirada desses materiais. Então, na próxima semana inicia, mas os moradores já podem começar a retirar de seus quintais tudo aquilo que acumula água e já deixar disponível”, pediu José Pereira aos moradores daquelas localidades.

RAZÕES DA CAMPANHA

Foto – Equipe de Vetores

Ao explicar as razões da realização dessa campanha nos dois bairros de nossa cidade, José Pereira salientou que “duas razões nos levou a tomar essa decisão. Uma delas é a questão de que todo o final de ano o Ministério de Saúde organiza o Dia D de combate ao Aedes Aegypti. “Nós vamos realizar essa ação em alusão ao Dia D, por conta de muitos criadouros do Aedes naquela área, então isso merece uma atenção especial, especialmente agora que estamos começando o período em que está aparecendo as notificações de dengue aqui em nossa cidade”, explicou José Pereira.

Outra justificativa dada por José Pereira é que estamos em tempo de chuvas, com muita água e calor logo a seguir. “Isso é uma mistura perigosa. Tudo é propício para a propagação do Aedes Aegypti. Então, nós que trabalhamos no controle precisamos estar atentos a qualquer alteração na tomada de medidas para tentar diminuir esse índice que está um pouco acima do que é permitido”, concluiu ele suas justificativas do porque dessa campanha.