História de Naviraí

Origem do Nome

Há duas versões sobre a origem do nome de Naviraí:

– Quando aqui chegaram os primeiros colonizadores, encontrando com os primeiros exploradores, da erva mate, já havia o pequeno rio de águas cristalinas chamado de Naviraí. De origem guarani tem – se o seguinte significado:
VIRÃ = roxo/arroxado
Í = (sufixo) pequeno
ĨVĨRA’Í = arbusto pequeno
NA – impregnar -se
I – (sujeito) rio, arroyo
Pequeno rio impregnado de arbustos roxos.
Rio impregnado de pequenas árvores arroxeadas.

– Natividade – ( castelhano) natividade ou nascimento.

Linha do Tempo

1952

Criação da Colonizadora Vera Cruz LTDA.
Compra da Gleba – Antônio Augusto dos Santos, Batista Atoloni Ariosto da Riva e Vicente G. Scarabotolo.
Meados de abril aterriza o 1º avião trazendo as primeiras pessoas.
As primeiras famílias iniciaram a construção dos seus ranchos (sapê e tronco) onde hoje é o Rancho São Lucas.
Os primeiros moradores vieram de barco pelo Rio Amambaí e aportaram onde hoje é a Usina Coopernavi.
Chega o Dr.Yokio Shinozaki (doutorzinho) formado no Japão.

1953

Instaladas as primeiras serrarias.

1955

Início da Estrada Naviraí/Dourados
O Sr. José Rodrigues Simões inicia os trabalhos como dentista prático.

1956

Primeiras salas de aula são construídas.
Procissão com imagem Nossa Senhora de Fátima

1958

21/11 Naviraí e elevada a Categoria de Distrito de Paz (pertencia a Caarapó).
1º Escrivão Belirio Pereira de Souza
Sub delegado de polícia – Sr. Antonio Augusto dos Santos.
Juiz de Paz – Sr. Jose Cândido de Castro.

1961

Fundação da Ass. Nipo – Brasileiro.

1962

Primeira Linha de Regular de Ônibus – Empresa Nossa Senhora de Fátima, Naviraí/Umuarama.

1963

11/11 – Lei Estadual 1944 desmembra Naviraí de Caarapó, tendo então a emancipação político-administativo.
O Projeto de Criação do município foi do Dep. Fed. Dr. Weimar G. Torres.

1965

Eleito o 1º Prefeito – Sr. João Martins Cardoso.
Lei – nº 01 de 12 de junho cria o Código de Tributos de Naviraí

1967

31/01 Toma Posse o Prefeito Eleito Sr. Antonio Augusto dos Santos.
Inicia as aulas (5ª serie) no Ginásio Estadual de Naviraí (atual P. Médici)

1968

Chegam os primeiros professores a Naviraí: Júlio Garcia Gagnin, Luiz Aparecido de Oliveira, Valdomiro A. de Souza, Gilberto A. Pimpinati, Silvio Fernandes, Antonio Fernandes, Mário Pimpinatti, Natalício Serpa.
Inicio da construção do Grupo Escolar Marechal Rondon.
Criada a Delegacia Regional de Ensino de Naviraí.

1969

21/04 – Fundação do Lions Clube de Naviraí.
1ª Revista de Naviraí
Fundação do Operário Esporte Clube.

1970

31/01 – Assume o Prefeito João M. Cardoso
03/10 – Lei 38/70 – Dispõe sobre os símbolos de Naviraí.
08/09 – Lei31/70 – Cria o dia do Município de Naviraí
Fundação da Loja Mecânica Ordem Trabalho e Progresso.

1971

19/12 – Lei 63/71 Cria a Biblioteca Pública Municipal Dom Aquino Corrêa.
Criação da Escola Normal Estadual de Naviraí (funcionando no Ginásio Estadual).

1972

Instalada a Paróquia Nossa Senhora de Fátima.
Reedição da Revista Naviraí

1973

31/01 – Assume o Prefeito Antônio Augusto dos Santos.
29/11 – Lei Estadual nº3437 eleva Naviraí a categoria de Comarca.
20/11 – Lei Municipal n. º 93/73 – Altera a denominação da Praça Vera Cruz para Praça Filinto Muller.
Construção do prédio do Centro Educacional de Naviraí (foram transportadas as salas da Escola Normal e para o Centro na Escola Juracy Alves Cardoso).
20/09 – Criação a Escola Municipal de 2º Grau Concórdia.

1974

31/06 – Fundação do Clube de Mães.
Inicia o curso de contabilidade (Prédio Marechal Rondon)
Lançamento de Jornal de Naviraí.

1975

11/01 – Instala a Comarca
1º Juiz: Dr. Frederico Gallembech (Posse 17/02)
1º Promotor: Dr. Francisco A. Carlos Pinheiro Volpi (Posse – 30/02)
04/07 – Fundação do NEC – Naviraí Esporte Clube (Nacional Esporte Clube)

1977

01/02 Assume o Prefeito Dr. Ronald A . Cançado.

1978

Decreto n. º 1566/78 – Criação da Escola Eurico G. Dutra.
18/02 – Fundada a Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária.
16/09 – Constituição da Coopasul.

1979

Criação da EEPSG. Juscelino K de Oliveira
Fundação do Lar do Menor.

1980

Instalação da Rádio Cultura de Naviraí
1ª Exponavi
Início da Coopernavi com o Naviraí no Prooalcool.

1981

Criada a Agência R. de Educação

1983

Assume a prefeitura o Sr. Suplício Vieira de Souza Nego
Criação da FINAV

1985

Criação da Escola Vinícius de Moraes

1987

Assume a Prefeitura o Dr. Onevan José de Matos

1988

Construção do Conjunto BNH Boa Vista, Escola Maria Aquino.

1990

05/04 – Aprovação da Lei Ogânica

1992

João Nelsi Luekenzuck – Prefeito
UEMS

1993

Lei 659/93 – Criação da Fundação de Cultura (Sede CASA DA Cultura no Prédio do M. Rondon Antigo).

1994

Assume a prefeitura o Dr. Ronald A. Cançado.

1996

24/06 – Revisão da Lei Orgânica.
21/06 – Lei Cria o Conselho de Educação.

1997

Assume o Prefeito Euclides Antonio Fabris.

1998

Naviraí – Prêmio Gestão Escolar
Biblioteca Pública Comunitária Arandu

1999

Naviraí – Prêmio Gestão Escolar
Inauguração Creche Irmã Ivanete
Lançamento do Hino de Naviraí
Reforma Geral das Escolas
1º A Cidade Canta o Natal

2000

Naviraí – Prêmio Ed. Infantil
1º Reveilion Popular
Instalação da Delegacia Especial Atendimento a Mulher
Capela Mortuária

2001

2º Mandato Sr. Euclides Antonio Fabris

2002

Implantação do Assentamento Juncal – O projeto foi idealizado pelo engenheiro agrônomo Ronaldo da Silva Botelho, diretor local do Idaterra, e incentivado pelo prefeito da época, Euclides Antônio Fabris. Foi o primeiro assentamento pacífico do Brasil, onde as famílias rurais não invadiram nenhuma propriedade e viabilizaram a área através do INCRA/MS, numa ação decisiva da ANTEP – Associação Naviraí Terra e Paz. Na época foram assentadas 117 famílias.

2003

Inauguração do Terminal Rodoviário de Naviraí – A obra foi iniciada na gestão do prefeito Ronald Almeida Cançado e concluída na administração do prefeito Euclides Antônio Fabris, entre as avenidas Jateí e Caiuás. O moderno terminal foi dotado de 8 plataformas para embarques e desembarques.

2004

Inauguração da Sede Própria da Câmara Municipal de Vereadores – O moderníssimo prédio foi construído de frente para a avenida Bataguassu, fazendo fundos com a rua Raphael Guedes Chociai Jr. e lateral com a Avenida Dourados. Foram 1.182 metros quadrados de área construída, sendo o mais arrojado de todo o Sul do Estado. A obra foi iniciada em 1999, na gestão do então presidente Laurentino Pavão de Arruda, que também foi o responsável pela conclusão e inauguração. A sede própria do Legislativo de Naviraí consumiu investimentos de R$ 539.845,29 de recursos próprios oriundos dos duodécimos repassados pelo Executivo Municipal.
Falece Prefeito Euclides Antonio Fabris

2005

Assume o Prefeito Zelmo de Brida
02/01 – A Administração Municipal inaugura nova gestão, com anuncio de fortes medidas de contenção de gastos. Uma das primeiras decisões é em relação ao controle dos gastos com combustíveis. Já no primeiro mês o Município registrou economia de 80 mil reais, em relação a média do ano anterior.
15/01 – O Prefeito Municipal Zelmo de Brida, anuncia a criação do Almoxarifado Central, objetivando controlar ainda mais o recebimento de materiais adquiridos pela Prefeitura assim como a sua destinação.
30/01 – A Prefeitura abre cinco frentes de obras de asfalto. A Primeira concluída é do Bloquetamento do Inocoop, um dos bairros mais antigos de Naviraí.
04/02 – Parceria entre a Prefeitura e o HSBC garante a construção do posto da PRF na BR 163 m Naviraí, bem como a transferência de Mundo Novo para cá da Delegacia Regional da Policia Rodoviária Federal.
Mês de Julho – Naviraí tem inaugurado o Presídio de Segurança Máxima com capacidade para 300 detentos com investimento de 6 milhões de reais.
Naviraí ganha Vara da Justiça Federal e Delegacia Regional do Trabalho
Mês de Dezembro – Naviraí conclui ano com 56 mil m2 de Asfalto implantado na Cidade e Uma nova Escola Municipal construída com Recursos Próprios (José Martins Flores) no bairro Sol Nascente.